Publicado em: 27/10/2014
A evolução dos computadores de mesa da Apple, desde a origem
Por Edson Lima
Nerópolis - GO

Em 2014, o primeiro Macintosh completou 30 anos de existência. O computador foi considerado um divisor de águas. Ao longo de todos esses anos, a Apple lançou diversos modelos de desktop com design revolucionário. A empresa é hoje considerada um dos maiores símbolos de evolução tecnológica. Tudo o que a companhia de Cupertino criou se tornou mais do que tendência de mercado, mas desejo de consumo. Confira a linha do tempo com os principais PCs que levaram a gigante de eletrônicos, fundada em 1976, a chegar aos dias de hoje.

1976 Apple I

A primeira criação considerada como computador pessoal da empresa foi o Apple I, idealizado por Steve Wozniak, e lançado na Homebrew Computer Club, em Palo Alto. O modelo se tratava de um kit com placa principal que pode ser adquirido em algumas pequenas revendedoras. Quem comprava o kit tinha de "adaptar" seu próprio gabinete. O aparelho tinha um processador de 1 MHz e uma memória RAM de 8 KB. Seu valor inicialmente era de aproximadamente US$ 667 (cerca de R$ 1.650 em conversão direta hoje).




Um dos primeiros computadores da Apple é vendido por US$ 905 mil

1977 – Apple II

Dando sequência à invenção de Steve Wozniak, o Apple II contava com um algumas melhorias, como uma carcaça em plástico que vinha na cor branca. Isso era uma raridade na época, pois os concorrentes usavam sempre a cor bege. O computador da Apple também vinha com um teclado incorporado, além de uma memória ROM maior e possibilidade de expandir a memória RAM. Tudo isso na época custava US$ 1.298 (em torno de R$ 3.212 em conversão direta hoje)





1983 – Lisa

Lisa foi o primeiro modelo desktop a usar uma interface gráfica. Apresentava um processador de 5 MHz, 1 MB de RAM, 2 unidades de disquete de 5,25 polegadas e um monitor embutido de 12 polegadas, com resolução de 720 x 360 pixels, além de contar com uma suíte de escritório como Office. Era uma configuração bem melhor do que a dos concorrentes da época, mas o preço era absurdamente alto: US$ 9.995 (R$ 24.732, em conversão direta hoje), o que impossibilitou que o sucesso esperado fosse atingido.





1984 – Macintosh

O revolucionário Macintosh completou, em janeiro de 2014, três décadas. Ele é considerado o primeiro computador com uma interface gráfica acessível. Tinha um processador de 8 MHz, 64 KB de memória ROM e 128 KB de memória RAM. O Macintosh acompanhava monitor, teclado e mouse por US$ 2.495 (R$ 6.174, em conversão direta hoje). O comercial durante o Super Bowl de 1984 é uma obra prima da publicidade até os dias de hoje.

O ano de 1998 foi marcado pela retomada da Apple por Steve Jobs (demitido em 1985), lançando o desktop que popularizou a campanha “Think different”. O iMac G3 trazia a proposta de ser o computador do novo milênio para todas as pessoas, fabricado em um gabinete azul translúcido com monitor integrado de 1.024 x 768 pixels e foi o primeiro modelo do mercado a eliminar o uso de disquete.

O PC acompanhava teclado, mouse, CD-ROM, modem de 56 Kbps, processador G3 de 233 MHz e memória RAM de 256 MB. Custava no lançamento US$ 1,3 mil (R$ 3.217, em conversão direta hoje). A linha recebeu diversas cores posteriormente, além da tradicional "bondi-blue", com campanha publicitaria de grande sucesso.





1999 – Power Macintosh (G3)

Em 1999, seguindo o design translúcido, a Apple lançou o Mac G3, um modelo de gabinete para o mercado mais exigente. Também conhecida como Power Macintosh, a torre tinha processador G3 de 300 a 450 MHz e placa de vídeo ATI Rage 128. Seu preço começava em US$ 1,6 mil (R$ 3.960, em conversão direta atual).





2000 – Power Macintosh Cube (G4) Cube

Já em 2000, a linha Mac ganhou a versão Cube, também conhecida como Mac G4. O computador contava com processador G4. Ele teve como principal diferencial um desenho totalmente novo, em formato de cubo. Custava a partir de US$ 1,3 mil (R$ 3.217, em conversão direta atual).





2002 – iMac (G4)

Em 2002, o sucesso do iMac continuava, agora em um redesign completo, com uma tela plana de 15 polegadas e a então nova linha de processadores G4 de 700 MHz. O iMac G4 vinha com gravador de CD/DVD Super-Drive e acompanhava placa de vídeo GeForce 2 MX e memória RAM de 1 GB. Seu preço iniciava era de US$ 1,3 mil (R$ 3.217, em conversão direta atual).





2003 – Power Macintosh (G5)

O Mac G5, com total acabamento de alumínio, tinha o processador G5 de 1.6 a 2.0 GHz, 8 GB de memória com 8 slots disponíveis, além de uma placa de vídeo Nvidia GeForce FX5200. Foi o último gabinete a receber essa família de processadores PowerPC, custando a partir de US$ 2,4 mil (R$ 5.934, em conversão direta atual).





2004 – iMac (G5)

O iMac G5 recebia um design que lembra um pouco mais o modelo dos dias atuais. Seguindo a tendência de monitor e gabinete juntos, o computador "tudo em um" agora contava com processador G5 de 1.6 GHz, memória RAM de 2 GB, tela de 17 ou 20 polegadas e placa de vídeo GeForce FX 5200. Custava no lançamento US$ 1,3 mil (R$ 3.217, em conversão direta atual).





2007 – iMac (redesenhado)

Em 2007, o iMac recebeu seu primeiro redesign depois da adoção dos processadores Intel. Agora, o computador contava com novo mouse, teclado e acabamento em alumínio em todo gabinete. Utilizava processador Core 2 Duo de 2.0 GHz, memória RAM de 4 GB, placa de vídeo ATI Radeon 2600 Pro, câmera iSight e passou a adotar como padrão o wireless Airport Extreme 802.11n. O preço iniciava em US$ 1,2 mil (R$ 2.969, em conversão direta atual).





2012 – iMac (redesenhado)

Em 2012, o iMac passou por mais uma modernização e assumiu o design que conhecemos hoje. O computador proporcionou principalmente uma espessura mais fina, além de receber processadores i5 e i7 e a adoção do FusionDrive, tipo de armazenamento que combina HD e SSD. O preço se manteve nos padrões do modelo.





2013 – Mac Pro

Em 2013, a poderosa torre da Apple foi totalmente remodelada. O modelo lançado foi nomeado "Mac Pro" e ganhou um design em formato cilíndrico. O gabinete conta com duas placas de vídeo da AMD e processador de 12 núcleos Intel Xeon, tornando-se duas vezes mais rápido do que o antecessor. Seu preço inicial não é nada acessível: R$ 17 mil.





2014 – iMac Retina

O modelo mais recente agora tem como principal diferencial a adoção de tela Retina, anteriormente encontrada em modelos portáteis da linha MacBook Pro, além dos modelos mais recentes de iPhone e iPad. O mais recente iMac oferece a maior resolução de monitor por enquanto, de 5.120 x 2.880 pixels. O computador, com tela de 27 polegadas, vem equipado com processador i5, 8 GB de memória e placa de vídeo AMD Radeon R9 M290X com 2 GB. O novo iMac é comercializado por a partir de R$ 14 mil.




 
PUBLICIDADE

>>> Outras Noticias <<<
Nerópolis in Foco  
Nerópolis In Foco. (62) 99917-2379
edson.neropolis@gmail.com